Como manter a motivação em tempo de Pandemia

Com esta pandemia veio também uma coisa com a qual nós seres humanos, não lidamos bem, incerteza.Os Seres Humanos precisam de certeza nas suas vidas, uns mais que outros, e também não gostam muito que “mexam no seu queijo” – Livro “Quem mexeu no meu queijo” de Dr. Spencer Johnson.

Este ano 2020 tem sido tudo, menos um ano de certezas. Falo na primeira pessoa.

Como fã incondicional que sou da numerologia e utilizadora acérrima desta ferramenta na minha vida em geral, esperava de alguma forma que o ano 2020, sendo um ano de energia universal 4, fosse abalar de alguma forma as nossas estruturas, a nossa zona de conforto e padrões. A uns mais que a outros, mas de alguma forma todos sentiríamos os efeitos dessa energia nas nossas estruturas emocionais, familiares, profissionais e financeiras.

No entanto, não tenho uma bola de cristal e estava longe de imaginar que passaríamos por uma pandemia, a acrescer a todos os desafios da vida particular de cada um de nós. Estava longe de imaginar que 2020 abalaria a minha vida de tantas formas.

Até esta data já senti este abalo em quase todas as áreas da minha vida, familiar, emocional e financeira.

No entanto ao longo destes anos, no caminho do desenvolvimento pessoal, fui-me munindo de ferramentas que de alguma forma me prepararam para o momento atual que vivemos.

Mas percebo, que cada um de nós tem o seu próprio ritmo e momento de despertar. Acredito, que este momento é ótimo para despertar.

Talvez este desafio, seja a oportunidade que precisa para mudar padrões, crenças e comportamentos que a estão a impedir de avançar rumo à sua versão de excelência. Pode ainda não estar a ver as oportunidades, mas acredite, nos desafios há sempre algumas.

Acredite também que a vida nos vai dando oportunidades para fazermos o nosso caminho, à nossa medida e, enquanto não percebermos isso ela estará sempre a trazer-nos essa oportunidade, muitas vezes na forma de desafios.

A verdade é que sempre que enfrentamos grandes momentos de incerteza e mudança, precisamos rever as estruturas em que se sustentam a nossa vida, padrões, valores e crenças.

Esta pandemia é sem dúvida um momento desses.

Está fora do nosso controlo as circunstâncias que vivemos presentemente, mas podemos escolher como viver durante esta pandemia que se instalou sem permissão na nossa vida e nos obriga a pôr em causa muito do que dávamos como adquirido até aqui.

Podemos decidir olhar para esta pandemia de forma trágica, ou de forma construtiva e de possibilidade.

Segundo Daniel Goleman, psicólogo e autor do livro “inteligência emocional”, best-seller internacional existem 2 tipos de motivação: a motivação extrínseca e a motivação intrínseca.

Desde que começou a pandemia a motivação extrínseca, que provém do exterior ficou verdadeiramente limitada por todas as condicionantes que estamos a viver, principalmente o isolamento social.

Deixamos de poder fazer muitas das coisas em que buscávamos motivação e alento, como um jantar com amigos, fins de semana de forma descontraída, a ida ao cinema, poder reunir toda a família, enfim, até uma simples ida ao supermercado obedece a um ritual que nos retira toda a espontaneidade.

Nós somos animais sociais, é por isso normal que com o isolamento social e a alteração de tantas das nossas rotinas sintamos uma espécie de letargia e falta de sentido.

Ficamos, pois mais dependentes da motivação intrínseca, aquela que provém de nós mesmas, mas que é também a motivação mais genuína, duradoura e com resultados mais gratificantes.

Portanto, é importante que aprendamos a desenvolver a nossa motivação intrínseca, pois é importantíssima em toda a nossa vida, em particular neste momento que vivemos.

Pode começar por aproveitar este momento para fazer uma coisa importantíssima que pode ainda não ter podido ou querido fazer, olhar para dentro de si e pensar no que realmente é importante para si e o que realmente já não lhe interessa manter na sua vida.

O lendário e inspirador neurologista e psiquiatra Austriaco, Viktor E. Frankl, sobreviveu quatro anos num campo de concentração Nazi, sustentado por um forte sentido de propósito.

” Quando não podemos mudar uma situação, somos desafiados a mudar a nós mesmos.” – Viktor E. Frankl

Foque-se no que realmente lhe importa e veja como pode agir em relação a isso.

Faça perguntas a si própria que lhe dêem respostas esclarecedoras e “empoderadoras”.

O que isto significa para mim? O que é realmente importante agora? De que forma posso agir em relação ao que é importante para mim?

Desenvolva valores como a gratidão, a compaixão e a generosidade. Onde há gratidão não há lugar para medo e o que fazemos pelos outros tem um efeito poderoso na forma como nos sentimos.

Richard J. Davidson, neurocientista da Universidade de Wisconsin-Madison, demonstrou que quando as pessoas se envolvem em comportamentos generosos e altruístas, ativam os circuitos do cérebro que são fundamentais para fomentar o bem-estar”. Em outras palavras, cuidar dos outros é gratificante por si só.

O acesso constante e incessante a informação sobre temas negativos são um lembrete a toda a hora da incerteza e fragilidade que é a vida, despoletando em nós sentimentos de medo geradores de ansiedade. A ansiedade leva a que coloquemos o foco nos problemas e não nas soluções. Por isso mantenha-se informada q.b..

O medo de nunca escaparmos desta ameaça da Covid-19, pode levar a que nos deixemos apoderar pelo medo, isso pode paralisar-nos, levando-nos acreditar que será inútil fazer alguma coisa que se revelará inútil no final das contas.

Este tipo de sentimentos e emoções negativas não abonam em nada a favor da nossa motivação e resiliência, resultando numa existência sem alegria e recompensas.

A pessoa que somos e a forma como vivemos a nossa vida são o reflexo daquilo em que acreditamos, por isso, adote uma abordagem mais positiva, focando-se no tanto que ainda tem para conquistar. Selecione objetivos que sejam viáveis e importantes para si.

Pense naquilo que gosta de fazer, que verdadeiramente a apaixona, que faz os seus olhos brilhar. Se não sabe, esta é a altura certa para se focar nisso e, quem sabe empreender numa carreira com mais propósito e mais alinhada com a sua verdadeira essência, que a fará mais feliz e na qual pode estar em maior contribuição para os outros.

Aproveite para fazer cursos as formações online que lhe permitem desenvolver as suas Skills, permitindo-lhe assim mais crescimento pessoal e/ou profissional.

Supere os seus desafios por etapas, focando-se no que realmente precisa de resolver no imediato, sem se preocupar muito com o que poderá ainda acontecer-lhe de menos positivo do futuro, afinal cerca de 90% das nossas preocupações não se concretizam.

“A vida é 10% do que acontece comigo e 90% de como reajo a isso.” – Jonh C. Maxwell

Esta crise não vai durar para sempre. Aproveite-a para crescer, aprender e mudar os seus padrões. Esta é uma excelente oportunidade para tentar Ser e fazer diferente. Reinvente-se!

With my love

Add A Comment