Podemos alterar a qualidade dos nossos pensamentos?


A resposta é, definitivamente sim!
Acontece comigo, por isso acredito que também aconteça com todas vocês, estarmos… sempre a ouvir que devemos ter uma mente positiva, pensar positivo e não nos deixarmos afetar pelos pensamentos negativos.
Ora, como obsessiva-compulsiva que sou, com imensos pensamentos intrusivos, que são sempre maus, para além do desconforto que isto me causa devido à ansiedade, também sinto um enorme sentimento de culpa, por não conseguir deixar de ter esses pensamentos negativos.


No entanto, com ajuda especializada, fui percebendo que o intuito não é deixar de ter esses pensamentos, apenas aprender a observá-los, aceitá-los sem julgamento, ressignificá-los e dessa forma deixar que eles se vão, sem me apegar a eles, de forma a interromper a espiral mental pouco construtiva. E de facto isto é possível fazer!


Mesmo que não tenhas POC, muito provavelmente identificas-te com isto que estou a partilhar contigo. Estamos sempre a ouvir que temos que ter uma mente positiva e tranquila, quando todos os dias somos bombardeadas com situações completamente inesperadas e fora do nosso controle que nos criam stress, que nos deixam preocupadas e inseguras, que nos roubam a paz de espírito, o sono e a paciência.
Embora sem querer dar-te falsas esperanças ou prometer-te uma vida absolutamente extraordinária sem pensamentos negativos, é possível aprender a não deixar que eles tomem conta da nossa vida como tantas vezes acontece.


Acredito piamente que até os monges budistas têm pensamentos negativos, simplesmente têm uma mente muito treinada para não lhes sucumbir, coisa que a maioria de nós não tem.????
A diferença entre cada uma de nós reside precisamente na forma como olhamos para esses pensamentos e lidamos com eles. Com prática e resiliência, podemos escolher que pensamentos decidimos alimentar.
Em 2016 tive contacto com o mindfulness pela primeira vez, mas há cerca de 2 anos que tento a cada dia usá-lo como uma forma de estar na vida. Com a entrada desta prática na minha vida, tenho vindo a olhar para os pensamentos negativos de uma outra perspetiva. Confesso que nem sempre consigo, mas não desisto. O segredo está na constância.


As adversidades farão sempre parte das nossas vidas, não temos que as negar, mas podemos mudar o nosso discurso interno, tomando consciência dele e, dessa forma aprender como mudá-lo, para um formato que seja mais construtivo para nós.


Como podemos fazer isso?
Eu pessoalmente só conheço uma forma, mas a boa noticia é que depende exclusivamente de nós.
Temos que aprender a tomar consciência do nosso discurso interno e dos nossos pensamentos e querer muito ressignificá-los. Só com a prática chegaremos lá.


Vou dar-te algumas dicas que têm funcionado para mim e que me têm ajudado bastante a alterar a forma como me relaciono com os meus pensamentos.


Observa os teus pensamentos.
A comunidade médica e neurocientífica estima que uma pessoa em média por dia tenha até 70.000 pensamentos, mas na maioria dos casos não temos consciência deles.
Por isso, devemos parar algumas vezes durante o dia, 1 minuto que seja, para respirar fundo e observar os nossos pensamentos, unicamente observá-los, sem julgá-los ou tentar retê-los.
Fazer isto não é fácil, porque a nossa mente está preparada para fazer e resolver, mas é possível.

Reconhece que tipo de pensamento estás a ter sem julgar.
À medida que vais tendo consciência dos teus pensamentos, tenta perceber que tipo de emoções te suscitam e em que áreas da tua vida esses pensamentos se focam mais.
Estima-se que em média 80% dos nossos pensamentos são negativos.
Quando começares a por estas técnicas em prática, tenta perceber se as áreas da tua vida em que tens mais enfoque de pensamentos negativos são as que correm menos bem.


Os nossos pensamentos, geram sentimentos, que por sua vez geram ações.

Se te habituares a parar, respirar, e escutar os teus pensamentos, mais rapidamente conseguirás aperceber-te se estás numa espiral de negatividade e travar esse ciclo.
Com a prática continuada irás começar a conseguir gerir melhor as tuas vozes internas e, desta forma será mais fácil para ti escolher que tipo de pensamentos queres alimentar.


Reforço, cuidado com as expetativas, os pensamentos negativos não desaparecerão da tua mente, simplesmente deixarão de te controlar. Todas estas práticas requerem treino diário.
Osho, mestre da meditação e do despertar da consciência, tem uma frase acerca do treino mental muito interessante.

Quando a nossa mente começa a entrar em espiral de pensamento viciado processando velhas rotinas devemos dizer-lhe mentalmente:
“Nós estamos a fazer isto há muito tempo. Vamos fazer algo novo.”

ESTÁ TUDO BEM…
Beijinhos
@orlanda_sampaio

Comments

  1. Patriciacf

    De cada vez que me deparo com pensamentos negativos, a angústia toma de assalto o raciocínio. Mas depois de respirar fundo, lembro-me que todos temos anjos de guarda… no céu e também bem pertinho de nós ????

    1. Orlanda Sampaio

      Minha querida e grande amiga,
      ✨????????

Add A Comment